sábado, 9 de maio de 2009

Tô indo de mal a pior


Sufocado pelo trabalho chaterrrrrrimo !!!

Ambicionando uma garota improvavel e determinado a me exilar entre livros e revistas sem falar no projeto de roteiro que ainda ta na página 15 de 300 que preciso escrever .

Ao menos to lendo bastante os Borgias de Mario Puzzo recomendo.
Fico invejando o cara que escrever e consegue te transportar para o lado de dentro da história é fascinante uma verdadeira viagem no tempo!

terça-feira, 28 de abril de 2009

CARPE DIEM

A FILOSOFIA DO BOM VIVER ESTAR NOS PEQUENOS GESTOS DE UMA CRIANÇA!!!


video

domingo, 26 de abril de 2009

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Limites não são agradáveis






Odeio ter limitações, é frustrante ser uma criatura limitada ...
e o pior as vezes limitada por ações de outros, é ate idiota aceitar ser limitado
por terceiros mas acontece mais vezes do que gostariamos que acontecesse
quando criança nossas mães/pais nos dão limites :
- não saiam do alçance d minhas vistas, dizia mamãe quando eu saía para brincar na rua, tenho a impressão que ela exergava pouco, pois eu só podia brincar no beco onde ficava nossa casa.
Hoje "adulto" sou limitado por barreiras que eu mesmo fui erguendo sem perceber , mas com as quais me esbarro quase toda hora, o que me faz lembrar todo dia o quanto eu sou limitado ?

Mas se eu odeio limitações e obstaculos por que eu os crio ???
Uma vez dado o limite, é preciso que ele seja respeitado
MAS QUE EU QUERO É DESREIPEITAR se isso signica ir além dos muros que eu ergui é isso que eu quero , ser INLIMITADO .
o corpo e matéria podem e devem ter seus limites, o ser HUMANOS não.
Na minha cabeça tem uma equação dançando e seus elementos são limitações + canalhice+ escolha x consequência ... vou desenvolver isso .
Inté



terça-feira, 24 de março de 2009


Luxúria

Dobro os joelhos

Quando você, me pega

Me amassa, me quebra

Me usa demais...

Perco as rédeas

Quando vocêDemora, devora, implora

E sempre por mais...

Eu sou navalhaCortando na carne

Eu sou a bocaQue a língua invade

Sou o desejoMaldito e bendito

Profano e covarde...

Desfaça assim de mim

Que eu gosto e desgosto

Me dobro, nem lhe cobro

Rapaz!Ordene, não peça

Muito me interessa

A sua potência
Seu calibre, seu gás...

Sou o encaixe
O lacre violado

E tantas pernas
Por todos os lados

Eu sou o preço
Cobrado e bem pago

Eu sou
Um pecado capital...

Eu quero é derrapar

Nas curvas do seu corpo

Surpreender seus movimentos

Virar o jogo
Quero beber, o que dele

Escorre pela pele
E nunca mais esfriar

Minha febre...
Eu quero é derrapar

Nas curvas do seu corpo

Surpreender seus movimentos

Virar o jogoEu quero é beber, o que dele

Escorre pela pele
E nunca mais esfriar

Minha febre...Desfaça assim de mim

Que eu gosto e desgosto

Me dobro, nem lhe cobro

Rapaz!Ordene, não peça

Muito me interessa

A sua potência

Seu calibre, seu gás...

Sou um encaixe

O lacre violado

E tantas pernas

Por todos os lados

Eu sou o preço

Cobrado e bem pago

Eu sou

Um pecado capital...

Eu quero é derrapar

Nas curvas do seu corpo

Surpreender seus movimentos

Virar o jogo

Quero beber, o que dele

Escorre pela pele

E nunca mais esfriar

Minha febre...

Eu quero é derrapar

Nas curvas do seu corpo

Surpreender seus movimentos

Virar o jogo

Eu quero é beber, o que dele

Escorre pela pele

E nunca mais esfriar

Nunca mais esfriar

Nunca mais esfriar

Minha febre...

segunda-feira, 23 de março de 2009

Complexo de Canalha


Você não sabe quem é ... até que um dia resolva ser !

Foi assim que eu descobrir que sou um canalha, não aquele tipo bom vivant que come

todo mundo e sempre se dá bem , sou uma espécie de canalha light, uma variação que

prefere exercitar a canalhice num nível quase amistoso, em um plano inofensivo.

Como os gatos brincando com suas presas sem devora-las esse tipo de canalha - o meu tipo -

dedica-se ao exercicio da saborora arte da sedução ...sem nem sempre no entanto levar ao fim

o joguinho pois ultrapassar determinadas fronteiras pode ser deveras dolorido ...

O Canalha não é um predador, ele está mais proximo de ser um esportista do que um caçador

por natureza, acredito que seu prazer maior esta na caçada e não em "Devorar" a caça entendeu ??

falarei mais sobre o universo da canalhice, por enquanto encerro afirmando que nem todo canalha é magro como disse Nelson Rodrigues


sexta-feira, 20 de março de 2009

ô abre alas que eu quero escrever...


Todo ser vivente tem seu leque particular de ncessidades/depedências... e eu defendo que isso seja natural, o cara que tem necessidade de tomar sua cervejinha diária não é menos importante do que aquele que toma chá.

A mulher que precisa comprar roupas novas sempre que vai ao shopping não é mais digna do que a que traí seu marido, simplesmente porque bem deu (vontade)de dar,até mesmo os animais tem seus habitos "necessiveis" cães correm atrás de seus rabos, gatos saem para caçar a noite mesmo estando com suas barrigas cheias de "frisks" .



Enfim é assim explicando que defendo as necessidades pouco explicaveis que eu abro alas para saciar uma necessidade minha,um que rouba meu sossego que tira minha inexistente "normalidade" - eu preciso escrever... não preciso que alguem leia mas se quiser e tiver tempo pra ler que o faça, mas de ante mão saiba que sou egoísta e escrevo para mim e não tenho nenhuma pretensão de convençer a ninguem a gostar do que escrevo aqui ou tenho ?



Escrever é como excretar só que ao contrario da habilidade natural que temos de colocar pra fora do corpo o que nossa natureza julga inútil, quando a pessoa escreve tem oportunidade de executar uma necessidade não-corporea, é liralmente dá vozes a sua alma .


Mas então quem não sabe escrever ou não tem como ou sequer sente-se motivado para tal empreitada é desprovido de alma ?

- sei lá , quem disse que eu tenho resposta para porra nenhuma .

Tem quem escreva poemas, outros escrevem contos eróticos eu escrevo num blog e em outros tantos espaço, ainda não tive coragem de escrever no meu corpo... não definitivamente ; um dia talvez .


Então fica assim vou escrevendo aqui, alí e acola, escrevendo para quem quiser ler e para quem nunca vai sequer minhas palavras enxergar, compondo frases e textos com as letras como formulas com seus elementos químicos/alquimicos/mágicos ? não magicos não mais